Twitter desbloqueia conta de campanha de Trump

Donald Trump

(Reuters) – A conta da campanha eleitoral do presidente dos EUA, Donald Trump, no Twitter foi desbloqueada nesta quinta-feira, após a empresa tê-la restringido temporariamente, dizendo que um vídeo da conta sobre o filho do candidato democrata à presidência Joe Biden violou suas regras.

O vídeo postado pela conta @TeamTrump referia-se a uma matéria do New York Post de quarta-feira que continha supostos detalhes das negociações comerciais de Hunter Biden com uma empresa de energia ucraniana e disse que o ex-vice-presidente se encontrou com um consultor da empresa.

A campanha Trump, com 2,2 milhões de seguidores, disse em um novo tuíte que estava “republicando o vídeo que o Twitter não quer que vocês assistam”. O Twitter não respondeu a um pedido de comentário sobre o motivo do desbloqueio da conta.

“Joe Biden é um mentiroso que vem roubando nosso país há anos”, trazia a legenda do vídeo.

O Twitter disse anteriormente que o vídeo violou suas regras contra a publicação de informações privadas, acrescentando que a conta pode precisar deletar o post para continuar tuitando.

“Tudo vai acabar em um grande processo e há coisas que podem acontecer que são muito graves que eu prefiro não ver acontecer, mas provavelmente vai ter que acontecer”, disse Trump, quando questionado sobre a mudança pelo Twitter.

O Twitter disse na quarta-feira que a matéria do Post violou sua política de “materiais hackeados”, que proíbe a distribuição de conteúdo obtido por meio de ataque hacker que contenha informações privadas ou segredos comerciais, ou que coloque as pessoas em risco de danos físicos.

O Facebook e o Twitter tomaram medidas na quarta-feira para restringir a disseminação da matéria do Post.

O Twitter impôs restrições semelhantes à conta da secretária de imprensa da Casa Branca, Kayleigh McEnany, na quarta-feira, depois que ela compartilhou a história do Post.

Outros usuários do Twitter, incluindo um jornalista, disseram que suas contas foram suspensas porque postaram um link para a história do New York Post. As contas foram desbloqueadas depois que excluíram os tuítes.

Depois que o Twitter impôs as restrições, o Comitê Judiciário do Senado dos Estados Unidos intimou o presidente-executivo do Twitter, Jack Dorsey.

O presidente do comitê, Lindsey Graham, e os senadores republicanos Ted Cruz e Josh Hawley disseram que o comitê votará sobre o envio da intimação na terça-feira, 20 de outubro e planeja ter Dorsey diante do comitê até 23 de outubro.

Dorsey disse no Twitter na quarta-feira que “nossa comunicação sobre nossas ações no artigo @nypost não foi ótima.”

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:

Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

The post Twitter desbloqueia conta de campanha de Trump appeared first on InfoMoney.

Veja também:

Brasil possui 726 parques eólicos espalhados em 12 estados que asseguram o abastecimento de energia do País

A previsão é que a eletricidade gerada pela força dos ventos alcance cerca de 20% de abastecimento da demanda no segundo semestre de 2021 São...

Limão com Mel celebra retorno de Edson Lima com DVD especial

Os fãs da tradicional banda já podem comemorar! No próximo dia 18 de novembro, o Recife vai receber um time de peso para a...

“Se Deus quiser, hoje será a última sessão”, diz Caio Ribeiro sobre quimio

O jornalista usou as redes sociais, nesta terça-feira (21), para publicar a foto de um terço e torcer pela sua última sessão de quimioterapia....

Recentes