Polícia prende piloto com 369 quilos de cocaína em avião

Quase 400 quilos de cocaína foram apreendidos pela Polícia Militar na tarde de terça-feira, 14, nas cidades de Boa Viagem e Canindé, no Ceará. Boa parte do entorpecente foi escondida em um avião, que tinha como piloto Cleber Paulo da Silva, de 32 anos, que é de Cuiabá. A PM informou que 369 tabletes de entorpecente estavam escondidos em sete malas no interior de um avião monomotor modelo PP-FFU. No total, a ação policial resultou na detenção de cinco pessoas e na apreensão de uma arma de fogo e cerca de R$ 6 mil em espécie.

Quase 400 quilos de cocaína foram apreendidos pela Polícia Militar na tarde de terça-feira, 14,  nas cidades de Boa  Viagem e Canindé, no Ceará.  Boa parte do entorpecente foi escondida em um avião, que tinha como piloto Cleber Paulo da Silva, de 32 anos, que é de Cuiabá.  A PM informou que 369 tabletes de entorpecente estavam escondidos em sete malas no interior de um avião monomotor modelo PP-FFU. No total, a ação policial resultou na detenção de cinco pessoas e na apreensão de uma arma de fogo e cerca de R$ 6 mil em espécie. 

A investigação começou  com a apreensão de 30 quilos de cocaína que foram deixados em um campo por um avião de pequeno porte, no fim da tarde de terça-feira, 14 em Boa Viagem.  Os policiais faziam buscas a um homem acusado de assassinato quando se depararam com uma aeronave. Escondido no meio do matagal, os policiais encontraram 30 quilos de pó. A ação continou e eles chegaram a segunda aeronave e descobriram outros 369 quilos de entorpecente em uma pista clandestina na cidade de Canindé.
 
De acordo com o Diário do Nordeste, o piloto que foi encontrado em um restaurante em posse de vários galões de gasolina contou que a rota do entorpecentes dentro do Ceará era traçada para que fosse feito um pouso em Boa Viagem e outro em Crateús, no entanto,  ele teria ficado sem combustível e foi até  Canindé comprar gasolina.  
 
Há suspeitas de que a carga faça parte de um esquema internacional de tráfico de drogas. Para à Polícia, o material pode pertencer a um grupo proprietário de uma aeronave que estava carregada com drogas em Assunção do Piauí, Piauí. Com a queda, duas pessoas morreram. Na ocasião, outras seis pessoas foram presas. No local, a polícia apreendeu 22 quilos de cocaína pura.
 
A Polícia Federal irá investigar a informação de que a droga teria saído do estado de Mato Grosso, que faz fronteira com a Bolívia, país de onde origina-se boa parte do entorpecente endereçado aos grandes centros do Brasil.

Veja também:

Geração dos ventos torna-se aliada contra a crise de energia do País

A previsão é que a eletricidade gerada pela força dos ventos alcance cerca de 20% de abastecimento da demanda no segundo semestre de 2021 São...

Fonte eólica ganha confiança do mercado e torna-se aliada fundamental para o fornecimento energético do Brasil

A previsão é que a eletricidade gerada pela força dos ventos alcance cerca de 20% de abastecimento da demanda no segundo semestre de 2021 São...

Recentes