Homem é internado com dor no dedão e é diagnosticado com câncer no rim

Uma visita simples ao médico para verificar uma dor no dedão do pé que causou inchaço no tornozelo e na perna se tornou um pesadelo para o americano Richard Bernstein, 62 anos. Ao investigar as causas do problema, os médicos encontraram um câncer em estágio avançado em um dos rins — sem tratamento, ele só teria mais quatro dias de vida.

Bernstein passou por uma cirurgia de emergência que durou mais de 12 horas, onde os profissionais de saúde retiraram o rim e o tumor de quase meio quilo do corpo do paciente. O paciente ficou resfriado a uma temperatura de 18 graus para diminuir a circulação sanguínea e permitir o procedimento.

O câncer tinha se espalhado para dentro de duas artérias importantes, causando um aumento de pressão nos membros inferiores e causando a dor no dedo. Bernstein já havia procurado um hospital cinco anos antes com a dor, mas como não havia fratura, os médicos o mandaram para casa.

O americano completou o tratamento, já voltou a andar e está considerado livre do câncer há três meses. “Se minha perna inteira não tivesse inchado, eu teria morrido“, conta Bernstein, em entrevista ao jornal New York Post.

Veja também:

Elirio Dambros fala sobre prós e contras do uso de fraldas descartáveis

Que as fraldas descartáveis vieram para facilitar a vida dos pais, disso ninguém tem dúvida. No entanto, ainda se investiga os impactos causados pelo seu uso na saúde...

Olhar empático: executivo do mercado cripto investe pesado em incentivo ao esporte no país

Clélio Cabral é gerente da gestora de criptoativos Braiscompany e segue os passos do CEO da empresa, Antonio Neto Ais que também é destaque...

Reclusa após abandonar a TV, Ana Paula Arósio ressurge com novo visual

Atriz decidiu deixar a carreira há cerca de 12 anos, quando desistiu de protagonizar uma novela da TV Globo em horário nobre Longe dos holofotes...

Recentes