Bolsonaro comenta reforma “Tive que aprovar“

Governo sofre derrota na votação sobre abono salarial, porém senado aprova texto-base da proposta para a Previdência já em primeiro turno.

Nesta quarta-feira (02), o presidente Bolsonaro declara que a aprovação da Reforma da Previdência é necessária para evitar que o país não quebre em dois anos.

“A reforma é necessária. Se não fizer, quebra o Brasil em dois anos. Lamento, você tem que aprovar, não tinha como. É uma maneira que nós temos de dar um sinal de que estamos fazendo o dever de casa”, expressou Bolsonaro aos seus adeptos que o esperavam na frente da alvorada, de acordo com vídeo postado no Facebook pelo próprio presidente.

“Não tem plano B nem para mim nem para ninguém que estivesse no meu lugar, os outros governos tentaram fazer, mas não conseguiram. É uma realidade. Gostaria de não ter de mexer em muita coisa, mas, se não mexer, é como quando você tem de dar uma dura no moleque em casa”, agrega.

O presidente não falou sobre a derrota sofrida pelo governo sobre o abono salarial, que são regras mais rígidas, isso acabou diminuindo a economia prevista com a reforma em 76,4 bilhões de reais em 10 anos.

Os senadores delongaram a conclusão da votação em primeiro turno após a aprovação do destaque e vão se agrupar de novo nesta quarta-feira a partir das 11h para continuar a análise de destaques.

Veja também:

O nome de Lula para o Ministério da Educação

Lula teria uma novidade para a Educação, que pretende tornar uma das Pastas mais prestigiada de seu governo, se ganhar. Para o cargo seria...

O Brasil pode garantir o troféu na quinta-feira com um empate

Os jogos estão sendo realizados nos estádios Maktoum Bin Rashid Al Maktoum e Al Nasr.   A Dubai Cup Seniors está entregando o que prometeu, uma...

Ludmila Dayer é diagnosticada com esclerose múltipla

Ludmila Dayer, de 39 anos, revelou ter recebido o diagnóstico de esclerose múltipla. A atriz contou sobre a doença em uma live, na última...

Recentes