Após ser acusado de adultério, presidente da Assembleia de Deus renuncia ao cargo

O pastor Gedeão Granjeiro, presidente da Assembleia de Deus Tradicional no Estado do Amazonas, renunciou ao cargo após ter sido acusado por um fiel de ter cometido adultério.

Esta semana viralizou na internet um vídeo onde um fiel acusa o pastor de adultério durante o culto da última segunda-feira (20). Ele sobe no altar mas é impedido de falar, então usa alto falante de corneta e faz as denúncias.

De acordo com o irmão que não foi identificado, o religioso mantinha um caso extraconjugal com uma mulher há pelo menos 5 anos.

Após a repercussão do vídeo, segundo informações do Portal Assembleianos de Valor, o pastor Gedeão se pronunciou por meio de um comunicado. Em nota, o líder religioso anunciou a sua renúncia a presidência da CEADTAM.

“Comunico-vos que, a partir desta data, de maneira irretratável estou renunciando a presidência da Convenção estadual da Assembleia de Deus tradicional do Amazonas. É ato contínuo o meu desligamento da mesma. Peço-vos perdão se não correspondi em algum momento a expectativa legítima de todos os honrados membros desta querida convenção”, destacou Gedeão Granjeiro.

Veja também:

Simaria aparece de surpresa em show de Simone e emociona a irmã

Pouco mais de um mês após anunciarem oficialmente a separação da dupla, Simone e Simaria voltaram a subir no palco juntas no último sábado...

Aos 50 anos, Luiza Ambiel recria famosa foto na banheira

Nesta segunda-feira (26), Luiza Ambiel pegou os fãs de surpresa. A morena recriou a famosa foto da banheira do Gugu, em que ela aparece usando um...

Deputados que desistiram

Dos 598 deputados federais que atuaram na atual legislatura, 49 não vão disputar nenhum cargo na eleição de outubro. Incluindo nomes de destaque como...

Recentes