Governo estima que 20 milhões devem receber auxílio até esta sexta

O governo federal acredita que, até esta sexta-feira (17), cerca de 20 milhões de brasileiros terão recebido o auxílio-emergencial criado para ajudar a enfrentar a crise gerada pelo novo coronavírus.

Os beneficiários do bolsa família começaram a receber a primeira parcela do pagamento nesta quinta-feira (16). A expectativa é que, até o fim de abril, a Caixa Econômica Federal já tenha pago pelo menos duas das três parcelas do auxílio.

De qualquer forma, como explica o presidente do Banco, Pedro Guimarães, quem tem direito ao benefício tem até julho para fazer o pedido. O governo garante que todos os brasileiros que têm direito receberão o auxílio emergencial, mesmo que para isso, o ministério da Economia precise liberar mais do que os R$ 94 bilhões inicialmente disponibilizados para custear a medida.

De acordo com o presidente da Dataprev, Gustavo Canuto, os órgãos responsáveis pelo pagamento do benefício estão preparados para se adaptar à eventuais mudanças nas regras.

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, diz que vai pedir a Advocacia Geral da União que recorra da decisão judicial que derrubou exigência para beneficiários do auxílio-emergencial apresentarem CPF regularizado.

Mesmo com esse critério, segundo o governo, mais de 70 mil presos tentaram se inscrever para receber o benefício e só foram pegos graças, justamente, a essa exigência. O fim desse critério, na avaliação de Onyx, pode criar uma “porteira aberta” para esses criminosos.

A decisão judicial ocorreu após serem registradas, em todo o país, filas de pessoas buscando regularizar o CPF para obter o auxílio-emergencial. E o governo quer evitar esse tipo de aglomeração.

Tanto é que os milhões de brasileiros que receberão o dinheiro em contas da Caixa poderão fazer transferências para outros bancos sem qualquer custo. A ideia é justamente fazer com que mesmo aqueles que precisem sacar o dinheiro o façam em outras instituições financeiras.

*Com informações do repórter Antonio Maldonado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui